Sistema escolar americano x brasileiro: quais as diferenças?

Sistema escolar americano x brasileiro: quais as diferenças?

julho 26, 2018 0 Por Efígie Projetos Educacionais, Viagens e Turismo Ltda

O sistema escolar americano é reconhecido mundialmente por sua educação de qualidade. Já durante o High School, os alunos são incentivados a encontrar suas habilidades e talentos. As escolas americanas prezam pela liberdade e pela flexibilidade em seus currículos.

Comparando com o sistema de ensino brasileiro, existem várias diferenças, que vão desde o cálculo das notas até a configuração dos anos letivos. Assim, o aluno que deseja fazer os estudos fora do país pode ter dificuldades para entender o funcionamento do sistema de ensino.

Leia este post e entenda como é a educação nos Estados Unidos e como ela se diferencia dos colégios no Brasil.

Como funciona o sistema escolar americano?

O sistema de ensino americano é dividido em quatro categorias no total. São elas:

  • Elementary School;
  • Middle School;
  • High School;
  • University/College.

A partir dos 5 anos, as crianças ingressam no kindergarten (jardim de infância). Além disso, o processo para entrar na University (universidade) é bem mais complexo. São várias etapas incluindo provas teóricas, redações (essays), avaliação de fluência para os estrangeiros (TOEFL e o IELTS), histórico escolar, carta de recomendação e entrevista.

O ano letivo tem 180 dias e começa em datas distintas do que é o costume no Brasil, indo do meio de agosto ao início de junho. Durante esse período, existem os feriados, férias e paradas que são em dias especiais como:

  • na semana entre o Natal e o Ano Novo;
  • na semana de Tranksgiving (quarta semana de novembro);
  • no Winter Break (uma semana em fevereiro ou março);
  • no Spring Break (uma semana entre março ou abril);
  • no Summer Break (em torno de 10 a 11 semanas entre junho e agosto).

Quais as diferenças entre esse sistema e o brasileiro?

​Em comparação com o sistema brasileiro, há mais liberdade e aulas mais dinâmicas e participativas. Outras diferenças são:

Notas

Enquanto no Brasil as notas são de 0 a 10, com a média entre 5 e 7, no sistema de ensino americano eles adotam letras. As correspondências são:

  • A+ (97-100%), A- (93-96%), A (90-92%);
  • B+ (87-89%), B- (83-86%), B (80-82%);
  • C+ (77-79%), C- (73-76%), C (70-72%);
  • D+ (67-69%), D- (63-66%), D (60-62%);
  • E/F (menos que 60%).

Anos letivos

Os anos letivos do sistema de ensino americano e do brasileiro são diferentes também. Porém, é possível fazer uma comparação entre eles, veja:

  • Preschool/ Educação Infantil (de 3 a 5 anos de idade);
  • Elementary School do 1st a 5th grade/ Ensino Fundamental I do 1° ao 5° ano (de 6 a 11 anos de idade);
    • Kindergarten/ Jardim de infância (de 5 a 6 anos de idade);
  • Middle School do 6th ao 8th grade/ Ensino Fundamental II do 6° ao 9° ano (de 11 a 14 anos de idade);
  • High School do 9th ao 12th grade/ Ensino Médio do 1° ao 3° ou 4° ano (de 14 a 18 anos de idade);
    • 9th grade (freshman year, de 14 e 15 anos de idade)/ 1º ano do Ensino Médio.
    • 10th grade (sophomore year, de 15 e 16 anos)/ 2º ano do Ensino Médio.
    • 11th grade (junior year, de 16 e 17 anos)/ 3º ano do Ensino Médio.
    • 12th grade (senior year, de 17 e 18 anos)/ 4° ano do Ensino Médio*.

*(No Brasil, apenas os colégios com formação de professores possuem esse ano).

Currículo

O sistema educacional americano é mais flexível em comparação ao do Brasil. No High School, o estudante pode escolher o que deseja cursar em cada semestre. Nessa etapa, ele pode optar por disciplinas mais vocacionais como marketing, carpintaria e mecânica. Na maior parte das escolas americanas, apenas são obrigatórias as matérias de inglês, matemática e história.

No antigo sistema brasileiro, o aluno cursava 13 matérias obrigatórias. Já o Novo Ensino Médio apresenta opções voltadas para a vocação. Ou seja, o aluno pode aprofundar seus conhecimentos em Linguagens, Matemática, Ciências Humanas/Sociais, Ciências da Natureza ou Formação Técnica.

Para os alunos que pretendem cursar o sistema escolar americano, é essencial buscar por uma empresa especializada em programas internacionais de high school. Dessa forma, o estudante será apoiado em todas as etapas dessa jornada.

Gostou do artigo? Que tal saber mais sobre 4 vantagens do High School no Canadá?