Estudo e trabalho no Canadá: entenda como funciona

Estudo e trabalho no Canadá: entenda como funciona

setembro 4, 2018 0 Por Efígie Projetos Educacionais, Viagens e Turismo Ltda

A globalização aproxima os países e gera ricas oportunidades para estudantes e profissionais de todo o mundo. Uma delas é a possibilidade de viajar para estudo e trabalho no Canadá, um dos locais com maior qualidade de vida para a população.

Ter um diploma internacional é um grande passo na carreira. Além do peso no currículo, o intercâmbio no Canadá é também uma experiência pessoal incrível. Por isso, cada vez mais pessoas de todas as idades planejam uma viagem para o exterior.

Você quer saber mais sobre o assunto? Neste post, explicamos como obter o visto para o Canadá e quais são os principais cursos disponíveis. Confira!

Como funciona o visto para intercâmbio no Canadá?

Quem consegue a permissão para estudo no Canadá também recebe a liberação para trabalhar, mas é preciso ficar atento a alguns detalhes. Por exemplo, o trabalho não é permitido para quem está fazendo apenas cursos de idioma.

Além disso, para estudar e trabalhar no país, o curso deve ter duração de no mínimo 6 meses, e precisa ser realizado em uma escola regulamentada pelo governo canadense. Em programas que demandam menos tempo, não é preciso um visto especial para estudo, pois você pode usar a permissão de visitante — mas, nesse caso, não é permitido ter um emprego.

Quem pode tirar o visto de estudo e trabalho no Canadá?

Qualquer pessoa que tenha acima de 18 anos pode solicitar a permissão para estudar no Canadá. Entretanto, para que você tenha sucesso no requerimento, é preciso ter atenção no preenchimento do formulário de visto e na organização dos documentos exigidos.

Além da documentação pessoal, como o passaporte e as comprovações acadêmicas, é necessário que você já esteja matriculado em uma escola canadense. Depois de se matricular, o estudante recebe a carta de aceitação da escola, que deve ser apresentada no pedido do visto de estudo.

Quais são as regras para o intercambista poder trabalhar?

Quem vai para o país apenas para estudar inglês, não está liberado para o trabalho. Portanto, o ideal é que o estudante já tenha um nível intermediário de inglês. Se essa não for a realidade, é possível aperfeiçoar o idioma lá, antes de iniciar o curso vocacional. Mas atenção: enquanto isso, não será permitido trabalhar.

Outra regra que você precisa conhecer é em relação à carga horária permitida para o trabalho: ela não deve ultrapassar 20 horas semanais. Há diversas vagas de meio período disponíveis para estudantes no país, principalmente na área de serviços.

Quais os principais cursos para intercambistas no Canadá?

No Canadá, os estudantes têm diversas opções para escolha, já que há disponibilidade de cursos vocacionais (ou Career Colleg), além de opções no ensino superior e pós-graduação. Um dos programas mais comuns para intercâmbio, é o vocacional. São cursos profissionalizantes com duração menor do que os de graduação.

Quem está buscando um diploma de ensino superior internacional também pode fazer sua faculdade no Canadá. E para aqueles que já terminaram esse nível, é possível se matricular em cursos de especialização, mestrado ou doutorado canadenses.

Sem dúvida, a experiência de estudo e trabalho no Canadá é imperdível! As oportunidades de carreira são ampliadas para além do Brasil e o aluno cresce também no âmbito pessoal. Vale a pena escolher um curso e aproveitar essa oportunidade.

E então, está animado para um intercâmbio em terras canadenses? Leia nosso post sobre as vantagens de 5 universidades de lá!