Gamificação na educação: como pode ajudar no aprendizado?

Gamificação na educação: como pode ajudar no aprendizado?

outubro 8, 2018 0 Por Efígie Projetos Educacionais, Viagens e Turismo Ltda

O padrão de ensino de algumas escolas pode ser desestimulante para crianças e adolescentes. Assim, a gamificação na educação é um recurso tecnológico interessante para diversificar o processo pedagógico. Valendo-se da metodologia de jogos digitais, a ferramenta é capaz de estimular o aprendizado e desenvolver autonomia e criatividade — além de aumentar a participação dos estudantes em sala de aula.

No texto de hoje, você descobre de que forma o método pode beneficiar a educação de seu filho. Confira!

Incentiva a persistência

Nosso cérebro desenvolve-se por meio de tentativa e erro. Por isso, a possibilidade de perder e de ganhar, mesmo em um ambiente virtual, incentiva a persistência das crianças e dos adolescentes. Essa é uma maneira lúdica de estimular a resiliência e, consequentemente, a busca pelo êxito em qualquer tarefa ou situação.

Permite a vivência de situações cotidianas

A gamificação na educação pode ser utilizada com o intuito de preparar jovens para viver situações do dia a dia. Por meio dos jogos digitais, eles conseguirão absorver com mais facilidade conteúdos complexos e de grande importância para o seu cotidiano. Um exemplo disso é o ensino de educação financeira por meio de simulações de compra e de venda.

Desenvolve o foco

Nos dias atuais, professores sofrem para manter estudantes constantemente atentos em sala de aula. Afinal, em razão dos inúmeros avanços tecnológicos, vivemos em ambientes repletos de distrações e estímulos. Nesse sentido, a gamificação é uma verdadeira aliada para que os jovens permaneçam focados em uma atividade por mais tempo. Com o uso do recurso, o aprendizado não será encarado como algo difícil, obrigatório e maçante.

Estimula a autoconfiança

No ambiente virtual, alunos são desafiados. Eles são colocados à prova durante diversas atividades e, para que vençam as competições, precisam utilizar seus conhecimentos e habilidades. Quando bem-sucedidos, o sentimento de autoconfiança é estimulado, assim como a busca por mais aprendizado.

Melhora a assimilação entre teoria e prática

A teoria e a prática unem-se na gamificação pois, para que o estudante avance nos jogos, é necessário que utilize o que foi apreendido em sala de aula. Dessa maneira, os conteúdos serão assimilados de modo prazeroso e bastante natural.

Viabiliza a medição do desempenho

É difícil obter respostas rápidas sobre o desempenho dos alunos por meio dos métodos educacionais usuais. Com a gamificação, isso é diferente. O aproveitamento é verificado imediatamente pelos docentes e até pelos próprios estudantes, que conferem em tempo real em que pontos precisam melhorar para atingir seus objetivos.

Neste conteúdo, você descobriu de que maneira a gamificação na educação beneficia o aprendizado de seu filho. Como você pôde ver, o recurso alia o lúdico ao tecnológico em um ambiente que estimula a aprendizagem real dos millennials — uma geração considerada inquieta, exigente e apegada aos avanços digitais.

Agora que você já sabe como a gamificação na educação pode ser uma ferramenta valiosa, o que acha de ler mais um conteúdo do nosso blog? Confira agora como funciona o High School nos Estados Unidos e descubra todas as suas vantagens!