Como melhorar as chances no mercado de trabalho internacional

Como melhorar as chances no mercado de trabalho internacional

novembro 7, 2018 0 Por Efígie Projetos Educacionais, Viagens e Turismo Ltda

Conquistar um espaço no mercado de trabalho internacional pode ser mais fácil do que você imagina. Em virtude da era digital, e especialmente da globalização, grandes oportunidades despontam para estudantes brasileiros que desejam aterrissar em terras estrangeiras para encarar diferentes desafios.

No entanto, é preciso planejamento para investir em uma carreira no exterior. Se ele ocorrer logo cedo, as chances de destaque no mundo profissional são maiores. Pensando nisso, elaboramos um conteúdo especial para auxiliar você nesse preparo tão importante.

No post de hoje, você conhecerá pontos importantes que devem ser considerados para que um jovem obtenha as melhores chances no mercado de trabalho internacional. Acompanhe!

Cursos de qualificação

Apostar no aperfeiçoamento e desenvolvimento de novos conhecimentos e habilidades é sempre proveitoso. O investimento é ainda mais favorável se ele acontece desde cedo, quando o jovem está prestes a ingressar no Ensino Médio e decide cursar parte dele fora do país, aproveitando todas as oportunidades de um intercâmbio high school.

Uma formação no exterior é um diferencial competitivo para quem quer destaque no mercado de trabalho internacional, pois ela traz peso para o currículo. Uma graduação, ou ainda um curso de especialização em outro país, podem auxiliar um estudante a ascender na profissão de seus sonhos.

Ingresso em universidades renomadas

Antes de investir na formação internacional, é importante buscar por uma universidade de qualidade. Elencamos abaixo alguns pontos que serão úteis no momento dessa escolha. Veja:

  • localização da universidade: calcule custos de locomoção, veja opções de moradia, pondere ganhos socioculturais etc.;
  • corpo docente: pesquise sobre a carreira dos professores e suas respectivas formações;
  • credenciamento: opte por instituições que passaram por órgãos que atestem alto padrão de qualidade no ensino;
  • instalações: veja se a universidade dispõe de dormitórios para estrangeiros, laboratórios modernos, ambientes seguros etc.

Planejamento financeiro

Esta etapa vai exigir bastante pesquisa! Afinal, a mudança para outro país pode ser custosa. O ideal, então, é conversar com quem vive, ou já viveu, no exterior. Busque por dicas para realizar uma boa organização financeira, verificando quais foram as principais dificuldades e necessidades dessas pessoas.

Domínio de uma língua estrangeira

A aquisição de uma nova linguagem é um requisito imprescindível para quem almeja trabalhar no exterior. Se o destino escolhido é, por exemplo, os Estados Unidos, o inglês será mandatório. A propósito, pesquisas apontam que o domínio da língua inglesa pode aumentar o salário de um profissional em até 61%. Não dá para deixar essa etapa de lado, não é?

Atenção às tendências do mercado de trabalho internacional

Vale a pena apostar nas redes sociais para conhecer possibilidades e tendências do mercado. O LinkedIn é o espaço ideal para pesquisar vagas, seguir empresas que despertam interesse e até buscar referências em profissionais que já conquistaram um bom espaço no exterior. Lembre-se de que a atualização completa do currículo em outros idiomas não pode faltar na rede!

Agora você já conhece pontos importantes para que um jovem consiga chances melhores no mercado de trabalho internacional! Como você pôde ver, o processo não é um bicho de sete cabeças. Basta que haja um bom planejamento e investimento em qualificação.

Se você quer ajuda nessa preparação, entre em contato conosco! Nós podemos tirar todas as suas dúvidas.